O que é um Arquiteto da Informação?

Observando o mercado é muito perceptível que a falta de conhecimento sobre as funções deste profissional em um projeto web é ainda grande.

Uns dizem… “É o responsável pela elaboração dos wireframes”… Não estão completamente equivocados já que esta pode ser uma das suas atividades, posto que através da elaboração de tal documentação este profissional com base em conhecimentos relacionados à Usabilidade e Design, como o posicionamento dos elementos e a utilização de recursos como o Javascript poderá auxiliar o usuário a encontrar a informação que procura.

Vejo com a seguinte visão:

O que é uma informação?

De acordo com o Wiktionary a informação é ” algo que se conhece e em que se baseia para racionalizar“.

Resumindo, vejo que o Arquiteto da Informação tem a função de se preocupar em como criar, gerenciar, divulgar, fornecer, e destruir uma informação.

É muito semelhante ao bibliotecário. Mas caso o meio seja a web, este profissional precisa mais do que conceitos de organização de informações que podem ser tocadas através do papel, é necessário o conhecimento tecnológico. Por quê? Porquê através do seu conhecimento tecnológico conseguirá usufruir de seus reais benefícios. Isto é, quanto mais conhecimento tiver sobre a web,  maior poderá ser o retorno.

Questões para refletir…

O Design de uma empresa ou produto é uma informação?

A modelagem dos dados auxiliará a gestão da informação?

O setor de atendimento da empresa não auxiliará na coleta de informações sobre a necessidade do cliente?

A usabilidade e recursos em flash, javascript, php, java e etc, não auxiliará no fornecimento das informações que o usuário procura?

Poderíamos mencionar também a análise de tráfego, SEM, SEO e etc? E o marketing, não é um meio de também divulgar uma informação?

Nem preciso mencionar card-sorting, estudo de taxonomia, análises heurísticas e pesquisas…

Desde a reunião de levantamento de requisitos até o acompanhamento e análise do ROI, é tudo informação!

Poderíamos afirmar que o Arquiteto da Informação  é  um gestor ou um faz-tudo? Depende de diversos fatores, como oportunidades e níveis de liderança pessoais.

Enfim, não dá para chamar um analista de usabilidade,  analista de sistemas, designer, hacker,  marketeiro, gerente, ou também um bibliotecário de Arquiteto da Informação? O Arquiteto da informação faz de tudo um pouco relacionado à informação, ele pode ser uma ponte que pode unir diversos setores diferentes e ajudá-los à pensarem juntos. Se não me esqueço, isso se chama liderança. Quanto mais informações o AI puder e souber administrar ele poderá integrar cada vez mais diversas equipes com especialidades distintas.

Gestão de pessoas também? É de se pensar… Motivos? Acho que existe muita informação para um só profissional, e se tivéssemos vários arquitetos somente em um mesmo lugar ao invés de um AI para vários profissionais especializados muitas oportunidades poderiam ser perdidas e  mais riscos adquiridos. O Arquiteto teria muito do seu tempo para a coleta das informações, não para analizá-las e tomar as melhores decisões para favorecer tanto ao cliente como ao usuário.

Para terminar… Vendo por este prisma que o Arquiteto da Informação seria um profissional generalista é lógico que ele perderia em relação em tempo e qualidade se estivesse sozinho em um projeto, mas vai dele e dos gerentes terem a capacidade de escolher os profissionais que o auxiliem a gerenciar todo e qualquer tipo de informação relevante de forma específica.

Estamos vivendo a era da informação(já passamos a era da tecnologia). Não tenho receio em dizer que as empresas e as pessoas que tiverem o auxílio de um profissional como o Arquiteto da Informação na web  se destacará das demais em relação à diversos fatores, posto que as suas atividades ajudam a formar a base dessa era que estamos vivendo.

Até a próxima!

Deixe um comentário

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.